| Objetivo

Desenvolver competências profissionais aos participantes para que qualifiquem os conhecimentos acerca dos saberes sobre o cooperativismo, envolvendo a identidade cooperativa, a gestão de cooperativas financeiras e os aspectos operacionais de uma instituição financeira cooperativa.

| Público Alvo

Graduados em diferentes cursos de nível superior, que sejam integrantes do quadro de funcionários e sócios de instituições financeiras cooperativas e pessoas que possuam interesse em ingressar em cooperativas de créditos ou em aprofundar seus conhecimentos sobre o tema ofertado pelo curso.

| Justificativa

A cooperação sempre existiu ao longo da história, como forma de sobrevivência  dos grupos humanos. No decorrer dos anos ela vem cada vez mais se fazendo presente em diferentes ramos como: agropecuário, crédito, consumo, infraestrutura, trabalho, produção de bens e serviços, transporte, saúde (SCHNEIDER, 2019). Alinhado com o desenvolvimento dos demais ramos cooperativos, o de crédito, ao qual o curso está direcionado, vem se expandindo em todo o território nacional de forma constante. 

As instituições financeiras cooperativas, diferem das demais organizações financeiras, por se configurarem "como uma associação de pessoas, que nela ingressam voluntariamente (tornando-se sócias) e que passam a fazer suas movimentações financeiras através dela, portanto, passam a ser donos da cooperativa" (Fonte: https://www.cooperativismodecredito.coop.br/cooperativismo/o-que-e-uma-cooperativa-de-credito-2/).

Ao analisar os dados do setor, de Acordo com o Anuário do Cooperativismo Brasileiro (2020), existem cerca de 827 instituições financeiras cooperativas no Brasil, de diferentes tamanhos, com 10.786.317 associados e 71.740 empregados (Fonte: https://www.ocb.org.br/numeros, acesso em 22 de junho de 2021). As cooperativas de crédito em 2019, segundo dados do Banco Central, pagaram R$ 4,6 bilhões a funcionários por meio de salários e benefícios.

No Estado de Santa Catarina em 31 de dezembro de 2020 existiam 62 cooperativas de crédito, com 2.219.631 cooperados e 11.232 empregados. (http://admin.ocesc.org.br/padrao_itens/arquivos/107.pdf, acesso em 22 de junho de 2021). Estes dados indicam o potencial de formação para o público que tais cooperativas possuem.

Como informações complementares, apresenta-se na sequência alguns dados das principais cooperativas de crédito do país.

  • O SICOOB com 3.480 pontos de atendimento, em 1923 municípios brasileiros em todos os estados da Federação e 5,1 milhões de sócios; (Fonte: https://www.sicoob.com.br/web/sicoob/sistema-sicoob). Na região do Alto Vale o Sicoob possui 20 pontos de atendimento e 36.297 associados
  • O SICREDI com 2.000 agências, em 24 estados brasileiros e 5 milhões de sócios; (Fonte: https://www.sicredi.com.br/site/sobre-nos/ (dados de março de 2021));
  • A UNICRED COM 280 pontos de atendimento, em 15 estados brasileiros e 220 mil sócios; (Fonte: https://www.unicred.com.br/institucional/sistema-unicred/a-unicred);
  • A Viacredi com 99 pontos de atendimento, em 20 municípios 663,3 mil associados, sendo a maior cooperativa singular do Brasil. (Fonte: https://www.viacredi.coop.br/sua-cooperativa/a-cooperativa);
  • A CECRED (que em 2018 tornou-se Sistema Ailos)  com 150 pontos de atendimento, em 3 estados brasileiros e 630 mil sócios;
  • A CRESOL com 618 pontos de atendimento, em 565 municípios em 11 estados brasileiros e 630 mil sócios. (Fonte:  https://cresol.com.br/institucional/);
  • O Sistema Ailos, com sede em Blumenau, possui 13 cooperativas, sendo 12 cooperativas em Santa Catarina, entre elas a Viacredi e a Viacredi Alto Vale com mais de 200 postos de atendimento em 80 municípios. (Fonte: https://www.viacredi.coop.br/sua-cooperativa/sistema-ailos#cooperativas).

Cenário do cooperativismo financeiro em Santa Catarina 2020 (Fonte: Bureau Coop- Portal do Cooperativismos de crédito:

  • Ativo total 48,91 Bilhões de reais
  • Patrimônio Líquido: 7,27 Bilhões de reais
  • Carteira de Crédito: 28,27 Bilhões de reais
  • Depósitos Totais: 35,29 Bilhões de reais
  • Postos de Atendimento: 1.062
  • Cooperativas: 94
  • Cooperados: 2.437.408
  • Sobras Acumuladas: 1,1 milhões

Destaca-se nesse ranking a Cooperativa de Credito Vale do Itajai - Viacredi com o primeiro lugar em ativos totais, em Santa Catarina. R$ 7.942.321.000,00.

Diante dos dados apresentados entende-se ser viável a oferta do curso em questão, considerando a existência de um público com necessidade de formação na área de cooperativismo financeiro, considerando que as organizações cooperativas se diferenciam das demais organizações financeiras por terem sócios e não clientes. Para corroborar com a afirmativa o curso está organizado em 3 eixos principais: saberes relacionados a especificidade do cooperativismo, relacionados a operação de organizações financeira e os relacionados a gestão. 

| Perfil do Formando

Os egressos do MBA em Gestão de Instituições Financeiras Cooperativas estarão aptos para atuarem em organizações financeiras cooperativas tanto no âmbito de cada unidade de atendimento como também nas áreas de gestão. As competências contempladas no perfil do egresso são:

  • Compreender os valores, princípios, normas e a doutrina cooperativa;
  • Utilizar, na prática, as estratégias de gestão, educação e comunicação em uma instituição financeira cooperativa;
  • Atuar na gestão cooperativa, considerando aspectos jurídicos relacionados às especificidades das mesmas;
  • Conhecer as diferentes estratégias de investimentos disponíveis para as instituições financeiras;
  • Compreender a evolução da transformação digital e a gestão de dados em instituições financeiras cooperativas;
  • Realizar a gestão dos riscos de crédito, mercado, liquidez e operacional existentes em instituições financeiras cooperativas;
  • Utilizar estratégias de gestão que possam equilibrar as dimensões econômica e social, características das instituições financeiras cooperativas;

Dominar os conceitos de contabilidade, finanças, recursos humanos, vendas, marketing e estratégia como instrumentos de gestão de uma instituição financeira cooperativa.

Professores do Curso

Conheça os professores do curso de MBA em Gestão de Instituições Financeiras Cooperativas

Carlos Daniel Baioto
Doutor

Doutor e Mestre em Ciências Sociais pela UNISINOS. Professor de cursos de graduação e pós-graduação. Atua como coordenador do CEDCOOP. Membro da Casa Cooperativa de Nova Petrópolis, da cooperativa Coeducars e do Instituto Palavrações (oscip).

Carlos Fensterseifer
Mestre

Mestre em Administração e Especialista em Administração Financeira. É auditor do Banco Central do Brasil e professor titular da Universidade do Vale do Rio dos Sinos. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Administração Financeira. Ocupou cargos de gestão no Banco do Brasil S/A

Cátia Terezinha Ligocki Venturella
Mestra

Mestre em Educação pela Unisinos, Doutoranda em Educação, Especialista em Administração com ênfase em Serviços e graduada em Psicologia. Atua como terapeuta de abordagem humanista e consteladora familiar sistêmica.

Deivid Ilecki Forgiarini
Doutor

Doutor em Administração pela Unisinos, Mestre em Desenvolvimento Regional pela UNISC e graduado em Administração e Relações Internacionais. É pesquisador na Escoop. Professor de cursos de pós-graduação. Pesquisador da área de Identidade Cooperativista.

Fabiana Silva Pinto Faraco Cebrian
Mestra

Mestre em Ciências. Mestranda em Direito Econômico e Socioambiental. Pós-graduada em Planejamento e Gestão Ambiental. Possui experiência profissional nas áreas de Proteção de Dados, Ciência de Dados, Processamento de Imagens, Inteligência Artificial e Internet das Coisas.

Gerson José Bonfadini
Doutor

Doutor em Comunicação Social, Mestre em Desenvolvimento Regional, especialista em Marketing e graduado em Administração. Professor universitário. Empresário e Consultor na Empresa Boa Fonte Cursos. Atua nas áreas de Administração. É consultor ad hoc em diversas organizações.

João Alberto Minussi
Mestre

Doutor em Management Science - Lancaster University, Mestre em Administração de Empresas, graduado em Ciências Administrativas. Professor universitário. Ocupou o cargo de superintendente e membro do colegiado superior do Banco do Estado do Rio Grande do Sul-Banrisul.

José Junior de Oliveira
Mestre

Mestre em Economia Aplicada, especialista em Administração Financeira e graduado em Economia. Atualmente é Analista de Investimentos Sênior na CABERGS, Vice-Presidente da APIMEC-SUL. Conselheiro do CORECON-RS. Professor em cursos de pós-graduação.

Josefina Maria Fonseca Coutinho
Doutora

Doutora em Comunicação Social, Mestre em Administração de Empresas e especialista em Administração de Marketing. Desenvolveu e coordenou os cursos de Gestão de Cooperativismo de Crédito na Unisinos. Atuou como Gerente-Geral do Departamento de Marketing da Caixa Estadual.

Leonardo Rafael de Souza
Mestre

Doutorando em Direito, Mestre em Gestão de Cooperativas, especialista em Direito e Gestão Imobiliária e em Cooperativismo, graduado em Direito. É membro da Asociacion Internacional de Derecho Cooperativo (AIDC - Deusto, Espanha). É sócio e diretor técnico da Souza & De Lorenzi Advogados Associados.

Luciana Patricia Rosa Dias
Doutora